top of page

Milamore: o "Amarone" de Mendoza


Todos os anos dedicamos uma parte da nossa colheita a Milamore, um vinho emblemático para a Renacer que combina técnicas de vinificação do velho continente com castas locais. É também um reflexo do nosso espírito de inovação e uma das especialidades da adega.


Como é feito? É feito usando o método "Amarone della Valpolicella", com sultanas? Nem por isso. Continue a ler para saber mais sobre Milamore.


Milamore é um vinho produzido pelo método Apassimento, uma técnica antiga em que os cachos de uvas são expostos a ventos secos à temperatura ambiente até perderem cerca de um terço do seu peso. O objectivo de os deixar assim é conseguir uma maior concentração de taninos e estrutura e ter bons aromas, sabores e cores.


Assim Milamore, pela sua forma de elaboração, leva-nos a apreciar o estilo dos vinhos clássicos italianos. Mas a utilização de variedades icónicas da Argentina dá-lhe o toque local, é uma mistura de alta qualidade composta por 45% Malbec, 40% Cabernet Sauvignon, 10% Bonarda e 5% Cabernet Franc. Estas variedades, depois de terem perdido o seu peso na fase de apassimento, são fermentadas em tanques separados. Uma vez o vinho pronto, é feita uma mistura final com um vinho Reserva que é envelhecido durante 12 meses em barris de carvalho francês para acrescentar complexidade e estilo.


O nariz exprime grande complexidade de flores, mel, compota de ameixa seca. Após alguns minutos aparecem notas de baunilha e especiarias doces do carvalho francês. Sabor cremoso na boca, taninos firmes e doces. Final longo e persistente com frutos secos como nota final.


É ideal para apreciar como sobremesa com chocolates, tartes de frutos secos ou sobremesas que combinam frutos. Também funciona muito bem com uma tábua de queijos. E para os mais ousados, é ideal para acompanhar risottos, massas e carne de porco ou preparados doces e azedos.


留言


bottom of page